Um Programa do Instituto Roerich

Brechó Eco-Solidário 2012 começa dia 20, no Parque da Cidade.

Evento realizado desde 2006 busca sensibilizar o público sobre efeitos do consumo e suas consequências ao meio ambiente.

Grande mercado de trocas de bens usados, feira de economia solidária e uma série de atividades que se propõem a ser “práticas do futuro emergente”. Este é o conceito do Brechó Eco Solidário que acontece no final de semana (20 e 21 de outubro), das 9h às 17h, no Parque da Cidade, em Salvador.

Realizado anualmente desde 2006, o Brechó desempenha papel importante de sensibilização sobre os efeitos do consumo para as mudanças climáticas atuais. A participação no Brechó estimula as pessoas a pensarem em outras formas de consumo mais saudáveis, com menos desperdício, priorizando produtos das cooperativas de economia solidária.

Durante dois dias, o público poderá trocar seus bens usados por “grãos” nos postos que funcionarão no local. No espaço, além do mercado de trocas e da feira de produtos de cooperativas baianas, haverá aulas de ioga, de biodança, de qi qong, de massagens, de reiki, apresentações de música e dança além de atividades de educação ambiental.

Universidades baianas são pioneiras na realização do Brechó em Salvador (UFBA, Unifacs, Universo, UNEB, UFRB, Fama, entre outras). Mas a cada ano novas parcerias são formadas com instituições do setor público (SETRE, Instituto Mauá etc.), ONGs (Ecobairro, Terramirim, Integro, entre outras) e setor privado . O evento é coordenado pela Associação Rede de Profissionais Solidários pela Cidadania com o trabalho voluntário de cerca de 350 pessoas de várias instituições – professores e estudantes das universidades parceiras, empreendedores da Economia Solidária, artistas e terapeutas holísticos.

Intercâmbio internacional

O Brechó Eco Solidário é a expressão brasileira da rede Dialogues en humanité, que teve origem em 2002 em Lyon, na França, e vem se descentralizando. Hoje está presente em países tão diferentes quanto Índia, Marrocos, Alemanha e Etiópia, dentre outros. A rede baseia-se no diálogo público sobre os desafios econômicos, sociais, ambientais e espirituais da humanidade e propicia a experimentação de soluções inovadoras da própria sociedade para fazer face a esses desafios.

Programação

No Brechó 2012, discussões públicas nas chamadas “Ágoras” vão tratar sobre: “Transição para o pós capitalismo: Novas formas de produção e consumo sustentáveis”, “Governança Cívica Mundial: proposta para superar a crise”, “Indivíduo, família e comunidade: construindo o novo viver” e “Cidades sustentáveis: vida simples e solidária para o bem viver de todos”.

Vários participantes estarão em Salvador ampliando as discussões e o diálogo com o público, dentre eles Marcos Arruda (um dos fundadores do movimento da Economia Solidária no Brasil), Nelton Friedrich (diretor de Coordenação e Meio Ambiente da Itaipu), Antanas Mokus (ex-prefeito de Bogotá) e Ryadh Sallem (organizador dos Diálogos em Humanidade de Paris e campeão da Europa de handebol de cadeira de rodas).

Referências:

http://www.brecho-ecosolidario.blogspot.com.br/

http://dialoguesenhumanite.free.fr/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s